Alimentos de inverno

Alimentos de inverno

Cuidados para uma alimentação saudável

Alimentos de inverno. É muito importante ter uma alimentação saudável e variada porém, é de extrema importância sempre que possível, dar preferência aos alimentos da época, ou da estação. Isso não quer dizer que apenas deve ingerir estes alimentos, mas sim, que deve intensificar um pouco a sua ingestão.

Cada estação tem características próprias, característica estas que reagem connosco, assim como os alimentos. Portanto, torna-se imprescindível ter alguns cuidados no momento de preparar o seu prato ou de fazer as suas compras. Mas atenção, não queremos de maneira alguma aliciar o leitor a fazer uma alimentação sazonal. Atualmente com a globalização e os diferentes meios de produção alimentar, é possível ter os alimentos quase que disponíveis o ano inteiro, alertamos simplesmente para dar preferência aos alimentos adequados a cada estação.

Além do mais, consumir alimentos da estação tem muitas vantagens para o consumidor:

  • o valor é mais reduzido por ser a época do alimento;
  • tendo origem no seu país o alimento não faz grandes viagens e não é feita a colheita tão cedo;
  • está em harmonia consigo e com o meio ambiente.

Alguns dos alimentos de inverno, recomendados de Novembro à Fevereiro

AE abacate
Abacate – Persea americana

Grande fonte de carboidratos, fibras e rico em gorduras. Monoinsaturados, poliinsaturados e gorduras saturadas são encontradas nele. As vitaminas são encontradas em abundância tais como, Vitamina A, vitamina B, Vitamina C, Vitamina K, e Vitamina E. Além disso, os minerais, como o Cálcio, Ferro, manganês, potássio, sódio, fósforo e zinco.
AE amendoas
Amêndoa – Prunus dulcis

É bastante calórica devido à sua riqueza em gordura, porém tem um teor relativamente baixo de hidratos de carbono, tornando-a numa excelente fonte de “boa gordura”. É rica em proteínas, fibra, potássio, zinco, cálcio, magnésio, ferro, fósforo, vitaminas do complexo B como a riboflavina e ácido fólico, e da vitamina E.
AE avela
Avelã – Corylus avellana

É bastante calórica devido à sua riqueza em gordura. Fornece quantidades importantes de fibra, potássio, cálcio, magnésio, ferro e fósforo. Contém vitaminas do complexo B como a tiamina, piridoxina e ácido fólico, a ainda da vitamina E.

AE Castanha

Castanha – Castanea sativa

Extremamente nutritiva e rica em hidratos de carbono e pobre em gordura. Contém vitamina C e do complexo B, como tiamina, piridoxina, ácido fólico, e vitamina E. Rica em sais minerais como potássio e magnésio. Possuí também muitas fibras.

 

AE Diospiro
Dióspiro – Diospyros kaki

Rico em sais mineiras como potássio tendo ainda elevado teor de betacaroteno, sendo um excelente antioxidante. Possuí bastante vitamina A.

 

AE kiwi
Kiwi – Actinidia deliciosa

Elevado teor de fibras e sais minerais como cálcio, ferro, magnésio e cobre. É rico em vitaminas A, E e principalmente C.

 

AE nozes
Noz – Juglans regia

É também bastante calórica devido ao elevado teor de gordura (a boa gordura). Rica em fibras, potássio, zinco, cálcio, magnésio, ferro e fósforo. Vitaminas do complexo B como a piridoxina e ácido fólico, e da vitamina E.

AE Roma
Romã – Punica granatum

É rica em fibras, potássio, vitamina C e piridoxina (vitamina B6). É extremamente antioxidante.

 

 

AE tangerina
Tangerina – Citrus reticulata
Rica em vitamina C, vitminas do complexo B como o ácido fólico e tiamina, e minerais como o potássio. Contém baixo teor calórico.

Citrinos em geral devem ser consumidos no outono e inverno. Quase ou mesmo todos são ricos em vitamina C, excelente para preparar o corpo para o frio do inverno, evitando os resfriados e constipações. Sendo para prevenção, devem ser consumidos ANTES do frio.
AE agriao
Agrião – Nastrutium officinale

De baixo teor calórico é rico em vitamia A, C e ácido fólico. Contém especialmente cálcio, ferro, potássio e fósforo, rica também em fibras.

 

AE endiva
Endívia – Cichorium intybus

De valor calórico reduzido é uma excelente fonte de ácido fólico.

 

 

AE rabano
Rábano – Raphanus sativus

Apesar de muitas vezes ser deixado de parte, é rico em fibras, minerais e vitaminas, como o potássio e ácido fólico e vitamina C.

 

AE rutabaga
Rutabaga “couve-nabo” – Brassica napus

Possuí alto teor em água sendo boa fonte de fibras, vitaminas e minerais, como a vitamina C e ferro.

 

AE Salsifi
Salsifi – Tragopogon porrifolius

Excelente fonte de fibras com baixo teor calórico e de sódio. Possuí bons valores de potássio, cálcio, ferro e magnésio, tendo ainda vitaminas do complexo B e vitamina C.