Como Reforçar o Sistema Imunitário Contra o Coronavírus

Reforçar o Sistema imunitario com Medicina Chinesa

A boa alimentação é fundamental. Neste artigo encontrará dicas de alimentos que reforçam o sistema imunitário e alimentos a evitar, plantas para fazer chás e outras práticas saudáveis.

A Medicina Tradicional Chinesa o pode ajudar a reforçar o sistema imunitário, sendo de extrema importância, tanto para prevenir como para tratar doenças. Todos nós podemos e devemos tomar medidas preventivas desde casa, especialmente nos dias correntes com o covid-19 (coronavírus) sendo já uma realidade bastante presente em nosso dia-a-dia.


Dicas da Medicina Chinesa para Reforçar o Sistema Imunitário

Uma boa alimentação reforça a imunidade

Todos os alimentos que promovem a formação de mucosidade no organismo devem ser evitados. Estes alimentos normalmente são de natureza yin e de temperatura fria, o que é bastante prejudicial para os problemas respiratórios causados pelo covid-19 (coronavírus). Estas medidas podem ser preventivas ou ainda de auxílio no tratamento de problemas respiratórios, uma vez que ajudam a reforçar o sistema imunitário.

Evitar ou não consumir com muita frequência

  • Lacticínios (queijo, leite e iogurte);
  • Soja;
  • Banana e todos os frutos tropicais (mamão, manga, abacaxi...);
  • Tomate, pepino e excesso de salada;
  • Doces e açúcares;
  • Gorduras e fritos;
  • Álcool e tabaco.

Aumentar o Consumo dos Alimentos:

  • Frutos cítricos: São fontes alimentares de vitamina C, que têm propriedades antioxidantes, ou seja, evitam a oxidação das células do sistema imunitário. Ao consumi-los, impede a morte das células e permite que o organismo esteja mais preparado quando for exposto aos agentes agressores;
  • Cogumelos: Os cogumelos são ricos em antioxidantes e selénio. Quando os níveis de selénio no organismo estão baixos, ficamos mais suscetíveis a gripes e constipações. Para além disso, os cogumelos também são ricos em vitaminas do complexo B, nomeadamente a niacina (B3) e riboflavina (B2) que fortalecem o sistema imunitário;
  • Semente de abóbora: As sementes de abóbora possuem zinco na sua constituição. O zinco é um mineral que atua e regula a função das células do sistema imunitário;
  • Frutos secos: Os frutos secos (nozes, amêndoas, avelãs, pecan, caju, etc) são fontes de zinco. O zinco é um dos minerais fundamentais para o bom funcionamento do sistema imunitário. Manter um consumo regular destes alimentos permite evitar as deficiências de zinco que podem levar ao enfraquecimento do sistema imunitário, causando uma maior predisposição a gripes e constipações;
  • Alho: Combate diretamente a Helicobacter pylori, uma bactéria associada à gastrite, úlceras e neoplasia do estômago. Para além disso, possui na sua constituição bioquímica substâncias que estimulam a atividade celular do sistema imunitário;
  • Espinafre: Possuem folato, que participa na produção de novas células e na reparação do ADN. São ainda uma boa fonte de fibras, antioxidantes e vitamina C;
  • Batata doce: Possui Beta-Caroteno e vitamina A. A sua atividade antioxidante pode estar ligada ao combate do envelhecimento e à redução do aparecimento de alguns tipos de neoplasia;
  • Abacate: O abacate é uma excelente fonte de vitamina E. Quando se trata de prevenir e combater constipações, a vitamina E tende a ficar em segundo plano em relação à vitamina C, mas não deixa de ser igualmente importante. É uma vitamina solúvel em gordura, que tem acção anti-inflamatória e estimulante do sistema imunitário, ajudando assim a fortalecer o nosso organismo;
  • Bróculos: Carregado de vitaminas A, C e E, bem como muitos outros antioxidantes e fibras, os bróculos são dos vegetais mais saudáveis que podemos consumir. Para além dos seus benefícios a nível imunitário, bróculos contêm uma dose de potássio que ajuda a manter o sistema nervoso saudável, e de magnésio e cálcio, excelentes na regulação da tensão arterial;
  • Gengibre: Rico em vitaminas C, B6 e com ação bactericida, o gengibre vai além de ajudar a tratar inflamações da garganta e auxilia nas defesas do organismo;
  • Cebola: A cebola é rica em substâncias anti-inflamatórias, antivirais, antiparasitárias, antibacterianas e antifúngicas;
  • Cardamomo: Como planta medicinal, o cardamomo oferece efeitos expectorantes, descongestionantes, antissépticos, laxativos e diuréticos. É uma planta rica em vitaminas A, B e C, além de fornecer nutrientes essenciais à saúde, como ferro, potássio, cálcio e magnésio;
  • Espirulina: Reduz a gravidade da infecção por influenza e reduz a mortalidade por influenza em estudos com animais. Num teste em humanos, a espirulina reduziu significativamente a carga viral em pacientes infectados pelo HIV;
  • Propólis: Antiviral natural que nos ajuda a proteger do covid-19 e reforçar o sistema imunitário.

Plantas e Chás que ajudam a reforçar o sistema imunitário e a libertar os pulmões

  • Equinácea: É bastante conhecida como tónica do sistema imunitário, promove o alívio da febre, gengivite, seios inflamados, garganta e linfonodos inflamados;
  • Sabugueiro, flor: É conhecido por reduzir a duração da gripe em dois a quatro dias, bem como reduzir a sua gravidade;
  • Grindélia: Expectorante, para asma, bronquite e enfisema pulmonar;
  • Lobelia: É um broncodilatador e antiespasmódico, expectorante, para dispnéia, tosse, asma, bronquite, enfisema e insuficiência respiratória;
  • Tussilagem e Prunus: Aliviam ou param a tosse seca, irritante, sem produção de muco. Permitem que a mucosidade seja removida;
  • Alteia: É anti-inflamatória, atua nas doenças respiratórias e alivia a tosse;
  • Achilea ou Milfólio: Elimina a mucosidade dos pulmões;
  • Eufrásia: Elimina a mucosidade dos pulmões e atua principalmente na garganta, nariz e ouvido;
  • Alcaçuz: Tanto para reforçar o sistema imunitátio como para na presença de tosse seca;
  • Astragalus: O astragalus é um agente antiviral .Ajuda o corpo a eliminar doenças crónicas e infeções agudas ao aumentar a produção dos glóbulos brancos;
  • Tanchagem: Usado no tratamento da bronquite crónica;
  • Angélica: Trata bronquites e tem efeitos anti-inflamatório e antibacteriana.

Dormir bem reforça a imunidade

É fundamental dormir bem sete a oito horas por noite. Se isso não acontecer, os neuromoduladores segregados e destinados a determinada função não desempenham normalmente o seu papel. E assim se começa, lentamente, a criar uma situação de desvio da saúde, até que surgem as queixas e os sintomas.


Exercício físico também ajuda a reforçar seu sistema imunitário

A prática regular de exercício físico moderado, acarreta benefícios ao nível do sistema cardiovascular, da função respiratória e do tónus muscular.

Praticar exercícios diminui os níveis de estresse, favorecendo a estabilidade emocional, promove o controlo metabólico, a otimização da massa corporal e a melhoria da função imunológica.

Uma menor incidência de infecções bacterianas e virais, e também menor incidência de neoplasias têm sido verificadas em indivíduos que habitualmente praticam exercício.


Ingerir líquidos

Beba água com frequência. O nosso organismo necessita de água em quantidade suficiente para o seu bom funcionamento. Em média 1,5 litros de água por dia basta para suprir as nossas necessidades diárias. Experimente beber um copo de água antes de cada refeição, outro antes de dormir e outro ao acordar. Ao criar esse hábito, simples e fácil de seguir, já terá ingerido cerca de 1 litro de água, bastando apenas mais 2 ou 3 copos de água ao longo do dia para atingir a quantidade recomendada.


Reforçe o seu sistema imunitário em Lisboa, na SP Clinic

Faça a sua reserva através do formulário abaixo ou pelo telefone 210 993 179.
Entraremos em contato para confirmar a sua solicitação. Obrigado!

SP Clinic corpo&mente - Clínica de Medicina Tradicional Chinesa em Lisboa, no Largo do Rato e próximo das Amoreiras e Campo de Ourique.