Torcicolo e dor nos ombros

Torcicolo e dor nos ombros. São muitas as pessoas que ao acordar ou ao longo do dia sentem uma forte e aguda dor no pescoço e parte superior dos ombros, cuja origem numa fase inicial parece ser desconhecida. Tempo prolongado em frente ao computador e exposições frequentes ao frio, vento e humidade, problemas de coluna (ósseo) são entre outras, causas destas dores.

Saiba como tratar e prevenir esta síndrome de obstrução dolorosa.

O torcicolo e dor nos ombros

O torcicolo é enrijecimento de alguns dos músculos do pescoço, que torna doloroso e insuportável qualquer movimento de rotação ou inclinação da cabeça.

Esta dor estende-se muitas vezes para a parte superior dos ombros ou ainda ao longo da coluna vertebral.

As causas do torcicolo e dor nos ombros

  • Acessos de dor aguda e rápida no pescoço é geralmente, proveniente de exposições ao vento e ao frio ou de distensões musculares.
  • Mudanças bruscas de temperatura, má postura, desvios da coluna, doenças musculares, excesso de atividade muscular, movimentos bruscos constituem também causas da ocorrência do torcicolo.
  • Estar muito tempo ao computador ou escrever durante muito tempo seguido favorecerá a ocorrência de torcicolo e em especial dor na parte superior dos ombros (músculo trapézio especialmente).
  • Outra causa menos evidente é o facto de o torcicolo ter origem em emoções que são reprimidas. Há situações na vida social que não nos permitem exprimir aquilo que sentimos. O “engolir o choro”, não exprimir a tristeza, por exemplo, obriga à contração dos músculos do pescoço, o que favorecerá a ocorrência de dor nessa zona.

Manifestações do torcicolo e dor nos ombros

Dor de início súbito, rigidez, espasmos, cãibras, dor que repuxa, inchaço, movimentos limitados ao tentar girar o pescoço de um lado para o outro.

A dor crónica, desenvolve-se a partir de repetidas crises agudas que não foram tratadas devidamente.

Formas de tratamento

A acupunctura e medicina tradicional chinesa, a fitoterapia, a orientação alimentar, a tuina (massagem Chinesa) e a osteopatia poderão ser opções muito eficazes para tratar esta condição.

  • Em casos agudos: Deve-se relaxar e aliviar toda a tensão existente nos músculos cervicais (pescoço) e ombros de forma a resolver a contração muscular e a limitação de movimentos. Para tal são úteis a acupuntura, massagem tuina, medicina tradicional chinesa e a osteopatia;
  • Casos crónicos: é necessário tratar condições latentes que contribuam para a dor no pescoço e parte superior dos ombros (músculo trapézio, principalmente). Nesse caso torna-se necessário um tratamento direcionado aos desequilíbrios energéticos do organismo, que por sua vez favorecem e contribuem para a condição de dor crónica. A acupuntura e a medicina tradicional chinesa são métodos muito eficazes para a eliminação da dor e relaxamento dos músculos;
  • Massajar a zona é também uma forma muito eficaz de aliviar a dor. Comece com menos pressão e/ou fricção. Vá aumentando gradualmente;
  • Aplique calor local, com uma bolsa de água quente ou de sementes. Também pode-se usar emplastros de aquecimento para ativar a circulação na zona afetada. Mas lembre-se, o problema pode ser distal à dor;
  • Mantenha-se em atividade, evitando, contudo, os movimentos bruscos;
  • Pratique um desporto ou uma atividade física do seu agrado. Para além de fortalecer as defesas do organismo ajuda a canalizar a energia e as tensões do dia-a-dia quer sejam elas, psíquicas ou físicas;
  • Sugerimos que experimente o Qigong (chikung) ou Tai Chi, pois proporcionar-lhe-á momentos de descontracção, longe dos problemas do quotidiano e um desbloqueio de Qi ( energia ), sangue e fluídos, evitando ou tratando deste modo as mais variadas patologias;
  • É uma excelente forma de se abstrair, mesmo que por instantes, de qualquer preocupação.

Alguns dos grandes mestres destas artes, foram antes pessoas muito doentes e que com a prática conseguiram: superar as doenças que os afetavam, manter e prolongar a sua saúde.

Formas de prevenção do torcicolo e dor nos ombros

  • Evite a exposição prolongada a fatores externos tais como: vento, frio e humidade;
  • Use agasalhos e roupas adequadas sempre que se exponha a algum dos fatores climáticos já referidos;
  • Evite as diferenças bruscas de temperatura. Estar num ambiente quente abre os poros do corpo, e ao expor-se em seguida ao frio, este penetrará no organismo sem qualquer dificuldade através da pele, favorecendo a ocorrência de contração muscular e da consequente dor;
  • Se tiver que passar muito tempo em frente ao computador, faça pausas regulares e execute vagarosamente os seguintes exercícios:- rotação 360º da cabeça três vezes para cada lado;
    – Inspire e vire a cabeça para a direita. Ao expirar volte ao centro. Inspire e vire a cabeça para a esquerda, expire e volte ao centro. Repita três vezes para cada lado.
    – Inspire contraia e suba os ombros, expire descontraia e deixe cair os ombros.
    – Estire os braços para cima e para os lados como se estivesse a espreguiçar.
    – De pé com os pés à largura da cintura, mãos sobre os rins, faça rotações da anca para um lado e para o outro;
  • Evite as más posturas;
  • Evite dormir com almofadas muito altas;
  • Reserve algum tempo para si, para descontrair e viver além do trabalho e obrigações;
  • Tente sempre que possível, estar em contacto com a natureza, isso irá ajudá-lo a relaxar, a descomprimir, a soltar as emoções de uma forma menos conflituosa e menos dolorosa para si.

Quando procurar ajuda terapêutica

Quando os sintomas anteriormente descritos se fizerem sentir de uma forma, frequente e muito intensa. Normalmente se a dor não passar no período de 2 a 3 dias é aconselhável realizar um tratamento para evitar lesões mais graves e possível evolução do caso.

Pessoas mais predispostas

  • Pessoas que se exponham ao frio, vento e humidade e as grandes diferenças de temperatura;
  • Idosos;
  • Indivíduos com problemas ósseos;
  • Pessoas que se sentem ou deitem em posturas incorretas;
  • Pessoas que optem por dormir com almofadas muito grandes, ou com várias almofadas sobrepostas;
  • Pessoas que façam movimentos bruscos;
  • Pessoas que mantenham um estilo de vida sedentário;
  • Pessoas que reprimam frequentemente as emoções.

 

 

Autor: Diana Pinheiro

Revisão e Publicação: Douglas Pompermaier

Especialistas Medicina Tradicional Chinesa

SP Clinic corpo&mente – Clínica e Centro de tratamento do torcicolo em Lisboa, no Largo do Rato e próximo das Amoreiras e Campo de Ourique. Tratamento para a dor no ombro e torcicolo. No centro de Lisboa, perto de si.