Foliculite | Causas e Tratamento

Foliculite

Foliculite é uma condição inflamatória e supurativa aguda dos folículos pilosos e glândulas sebáceas, causada por irritação da pele após a depilação a cera ou com lâminas, roupas justas e apertadas, excesso de transpiração e humidade, alimentação inadequada, ingestão de bebidas alcoólicas, e complicada pela presença de bactérias como o Staphylococcus. Ocorre principalmente durante o verão e outono. Inflamações graves podem originar cicatrizes.

A inflamação surge como pequenas pústulas de ponta branca, em torno de um ou mais folículos pilosos. Na maior parte dos casos a foliculite é superficial, podendo causar comichão e dor local.

Os homens são os que sofrem mais com este tipo afeção, sendo a “foliculite da barba” a principal área afetada. Já as mulheres apresentam as virilhas e axilas como as zonas mais comumente afetadas. Porém pode surgir em qualquer parte do corpo onde hajam pelos. Indivíduos com diabetes estão também mais sujeitos a este tipo de infeção.

As causas da Foliculite

  • Depilação com lâmina ou cera
    A raspagem da pele e do pelo durante a depilação, causa irritação dos mesmos, originando o processo inflamatório local.
  • Excesso de transpiração e humidade
    Saunas, banhos turcos e ambientes húmidos, favorecem o desenvolvimento da foliculite, uma vez que a humidade é o ambiente ideal para o crescimento de bactérias, portanto são locais a serem evitados para quem já sofre com a foliculite.
  • Roupas apertadas
    Estas impedem a transpiração (normal) e respiração da pele, retendo desta forma toxinas que por sua vez causam a inflamação.
  • Abuso de bebidas alcoólicas e medicação
    Em excesso provocam calor no sangue (sangue quente) devido ao acúmulo de toxinas (calor) no organismo e no sangue, podendo durante o processo inflamatório originar a foliculite ou ainda outros problemas e reações ao nível da pele.
  • Infeção bacteriana
    São inúmeras as bactérias que podem causar a foliculite, a principal é da família do Staphylococcus.

Manifestações da Foliculite

A foliculite pode ser superficial ou profunda. No primeiro caso, afeta apenas a parte superior do folículo piloso. Os sintomas são: pequenas pústulas vermelhas, com ou sem pus; a pele pode ficar avermelhada e inflamada; causa comichão e sensibilidade na região afetada.

São raros os casos de foliculite que causam complicações. Entretanto, preste atenção a possíveis recorrências, ou seja, um local em que o pelo sempre “encrava”, ou se a área atingida pela foliculite aumenta. Procure ajuda para o melhor tratamento.

Quando a inflamação atinge áreas mais profundas da pele, pode haver a formação de furúnculos. Os sintomas são: grandes áreas avermelhadas; lesões elevadas com pus amarelado no meio; as áreas ficam muito sensíveis e doloridas e pode coçar também; em alguns casos a dor é intensa. A possibilidade de cicatriz é maior nesses casos, podendo haver destruição do folículo piloso.

foliculite FototerapiaTratamento da Foliculite

Para um tratamento eficiente, deve-se “limpar” o organismo e eliminar as toxinas acumuladas, seja a nível interno através da fitoterapia, acupuntura e alimentação, como a nível tópico com a aplicação de produtos específicos para o efeito e a fototerapia com a luz intensa pulsada.

Medicina Tradicional Chinesa

A medicina chinesa avalia o organismo e o ser como um todo, durante o diagnóstico serão apuradas quais as condições internas e externas que favorecem o aparecimento da foliculite. Os desequilíbrios yin/yang ditarão as terapêuticas a serem escolhidas. Poderá ser utilizada a acupuntura e a moxabustão para os tratamentos em gabinete, sendo entretanto, extremamente importante o trabalho em casa e no dia-a-dia de cada um, onde entra a alimentação e a fitoterapia que serão direcionadas para o caso individual de cada um, assim como todos os cuidados inerentes ao processo de cura do doente.

A foliculite assim como outra doença qualquer, não acontece por si só. A falta de saúde é consequência do hábitos de vida de cada indivíduo, tanto a nível pessoal como a nível coletivo. Como diria Daniel E. Lieberman no seu livro “A história do corpo humano” “A doença deve-se à uma questão cultural, hábitos de vida e alimentação, através da qual desenvolvemos e transmitimos novas ideias e comportamentos ao nosso corpo, filhos, amigos e outros. Alguns desses novos comportamentos, em especial os alimentos que consumimos e as atividades que levamos a cabo (ou não), fazem-nos ficar doentes.”

  • Produtos tópicos

A terapia tópica para a foliculite com princípios ativos desincrustantes, calmantes e cicatrizantes é um procedimento muito eficaz.

Esfoliação e peeling suave é um ótimo recurso onde o procedimento tem a finalidade de acelerar o processo natural de eliminação de células mortas e promover a renovação celular, obtendo-se um refinamento e atenuação cutânea, remoção das pústulas, redução das hipercromias (manchas) e a consequente saída do pelo para a superfície.

  • Fotodepilação

A luz intensa pulsada utilizada na fototerapia para a foliculite, emite um feixe de luz que destrói a colonia de bactérias existente dentro do folículo piloso que desencadeia o processo inflamatório. Favorece a eliminação das manchas e devolve o tom natural à pele.

A fototerapia também é um excelente método para tratar a foliculite e pode ser conjugada com outros tratamentos tópicos e ou fitoterápicos

Fatores de Risco

Qualquer pessoa pode desenvolver foliculite, mas certos fatores podem tornar uma pessoa mais suscetível à doença. Estes incluem:

  • Condições médicas que reduzam sua resistência a infeções, tais como diabetes, leucemia crônica, transplante de órgãos e infeção por HIV-SIDA;
  • Condições de pele pré-existentes, como acne ou dermatite;
  • Trauma para a sua pele associada à lesão ou cirurgia;
  • Uso de antibióticos para tratar acne;
  • Corticoterapia tópica;
  • Obesidade;
  • Exposição a longo prazo para itens de vestuário que podem reter o calor;
  • Exposição constante à água quente;
  • Alterações Hormonais.

Prevenção da Foliculite

Manter a pele limpa, seca e livre de escoriações ou irritações pode ajudar a prevenir a foliculite. Certas pessoas são mais propensas a infeções, como as pessoas com diabetes. Se você tem algum problema médico que o torna mais propenso a contrair infeções, algumas precauções podem ser importantes.

  • Evite lavagens antissépticas rotineiramente, pois deixam a pele e seca e matam bactérias protetoras;
  • De preferência a produtos que equilibram o PH da pele;
  • Mantenha a pele hidratada;
  • Tome cuidado ao fazer a barba, use gel de barbear para lubrificar as lâminas e evitar cortes;
  • Somente entrar em banheiras de hidromassagens devidamente limpas;
  • Evite piscinas que não sejam tratadas;
  • Evite alimentos gordurosos e industrializados e opte por alimentos saudáveis, tais como os legumes, verduras e frutas.

 

Na SP CLINIC dispomos de produtos da gama GERnétic Internacional quer para tratamentos em gabinete, com aplicação de máscaras específicas ou para uso diário, bem como dispomos da fototerapia e ou fotodepilação.

Venha conhecer as soluções que dispomos para eliminar a foliculite.
Um conjunto de medidas eficazes, terapêuticas naturais.

 

Autores:

Suselaine Pompermaier – Cosmetologista e Esteticista Especializada GERnétic
Douglas Pompermaier – Terapeuta de Medicina Tradicional Chinesa

Referencias:

http://www.dermatologia.net

Sociedade Brasileira de Dermatologia

http://www.sbd.org.br

SP Clinic corpo&mente – Clínica e Centro de tratamento da foliculite em Lisboa, no Largo do Rato e próximo das Amoreiras e Campo de Ourique. Tratamento para pelo inflamado. No centro de Lisboa, perto de si.